IPMS-SJC

Grupo de modelistas de São José dos Campos
 
InícioPortalCalendárioGaleriaFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seLogin
Buscar
 
 

Resultados por:
 
Rechercher Busca avançada
Palavras chave
quiz tinta foto bismark revell fotos tabela avioes loja open diorama postar como cores blindados LAGARTAS bismarck montagem
Últimos assuntos
» Montagens no youtube
Dom Jun 22, 2014 9:20 am por Faita

» Kübelwagen Tamiya Type 82 1/35
Qui Dez 05, 2013 7:59 am por racolth

» Bismarck 1/200 - Salvat editora
Qua Set 04, 2013 12:34 pm por carlos fernando

» Zis-5 Italeri 1/35
Qua Jul 24, 2013 5:49 pm por MVTB

» Nakajima KI-43 I Hayabusa - Nichimo 1/48
Qua Jul 24, 2013 5:48 pm por MVTB

» P-47D Thunderbolt 'Whoooooo.....'
Qui Maio 23, 2013 12:23 am por MVTB

» ..AGENDA TURISTICO // CULTURAL PARA OS VISITANTES DO OPEN ..
Dom Abr 07, 2013 6:09 pm por robsonzanin

» Continuo comprando
Ter Mar 26, 2013 9:38 pm por carlmaia

» Compro Decal 1/48 F4-U Corsair
Ter Mar 26, 2013 9:31 pm por carlmaia

Fevereiro 2017
SegTerQuaQuiSexSabDom
  12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728     
CalendárioCalendário
Parceiros
Fórum grátis

Fórum

Compartilhe | 
 

 RESPOSTAS DO QUIZ DE AVIAÇÃO - COMENTEM

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Laercio



Mensagens : 54
Data de inscrição : 02/02/2012
Idade : 56
Localização : Taubaté

MensagemAssunto: RESPOSTAS DO QUIZ DE AVIAÇÃO - COMENTEM   Sex Abr 27, 2012 1:57 pm

QUIZ DE AVIAÇÃO





Última edição por Laercio em Qui Maio 17, 2012 10:01 am, editado 2 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://escolinhadeplastimodelismo.blogspot.com
Laercio



Mensagens : 54
Data de inscrição : 02/02/2012
Idade : 56
Localização : Taubaté

MensagemAssunto: Respostas do Quiz... COMENTEM   Qua Maio 16, 2012 1:25 pm

QUIZ DE AVIAÇÃO - RESPOSTAS

Para ver a imagem do avião da questão 3, abra o anexo enviado ao e-mail do grupo, onde existe o desenho colorido da aeronave.

1 ) Verdadeiro Frank Stein da aviação nacional, qual o projeto tinha asas de um avião, motor de outro, e outras cositas mas ? De quais aviões ele herdou peças ? Voou ?
Convertiplano – Usava asas e profundores do Spitfire (isso mesmo, compramos um Spitfire para fazer essa coisa), motores Radiais, primeiro de P-47, depois de Um C-47 , e NÃO VOOU, acho que nem conseguiriam um corajoso para tanto-
Primeiro ponto correto – MICHELIN.
2 ) Super Maconha, esse era o peculiar apelido de uma aeronave, qual avião é esse ? Porque desse nome ? O que o tornou popular ? Qual o fato inusitado aconteceu com ele ?
B-25 FAB 5097 , Porque do nome, por que veio substituir o Maconha original, que se acidentou, e super, porque teve diversas partes aliviadas, o que lhe conferia maior taxa de subida e maior velocidade que os demais, Ficou popular quando ao fim de uma IRAN não havia tinta padrão para a pintura, então foi pintado de verde, amarelo, azul e branco, numa época que essas cores sequer eram usadas em aviões comemorativos , o fato foi que em um voo regular à base aérea do Galeão, ao estacionar próximo aos escritórios do diretor da Base, o Brigadeiro ficou possesso com a pintura fora do padrão, e pelo nome escrito na fuselagem, mandando prender a tripulação, coisa que só foi contornada depois de muuuuuita conversas...
3 ) Primeiro Bandeirante que foi abatido , do que estou falando ?
BM634, batizado “O Bandeirante”, era um Spitfire Mk. Vb, aceito em 03.05.42 pela 6 MU que o distribuiu em 13.06.42 ao 111o Squadron em Debden. “O Bandeirante” tornou-se o aparelho do comandante da unidade até 21.05.43, quando passou para o 122o Squadron, sendo abatido por um Me 109 perto de Cayeux (perto de Abbeville, França) em 18.07.43, com 136 horas de vôo;

Vickers Supermarine Spitfire VB Serial No. BM634, “O Bandeirante”, usado pelo Comandante do 111o Squadron da RAF, base de Debden, em julho de 1942. Camuflagem Ocean Grey e Dark Green; Medium Sea Grey por baixo; spinner, faixa traseira e códigos em Sky; parte do bordo de ataque da asa em Yellow; serial em preto, faixa (não oficial) do 111o em preto com borda amarela nos dois lados da fuselagem dianteira, “badge of rank” de Squadron Leader sob o pára-brisas no lado esquerdo da fuselagem, nome “O Bandeirante” em branco nos dois lados do cockpit.
A Fraternidade do Fole
Em 1940, Mr. Tom W. Sloper, cidadão brasileiro de ascendência inglesa, incentivou a criação no Brasil de uma associação entre os ingleses residentes no país, denominada “The Fellowship of the Bellows”. Destinava-se a angariar fundos para adquirir aviões para a Royal Air Force, a RAF, então fortemente envolvida em combates aéreos no episódio conhecido como a Batalha da Inglaterra. Os aviões comprados com esses fundos eram batizados com nomes sugeridos pela Associação. As doações eram simbólicas e normalmente cobriam apenas parte do preço de aquisição dos aparelhos e em muitas vezes foram batizados aviões que já se encontravam em serviço. Posteriormente a Associação foi aberta para sócios de todas as nacionalidades e tornou-se mais conhecida pelo seu nome em português: A Fraternidade do Fole.
Os Foles do Brazil através de doações particulares doaram vários aviões à RAF , e alguns Spitfires tiveram o nome de BANDEIRANTE (de 01 a 06).
4 ) Aviador do Vale do Paraíba (0 único) tomou parte ativa da segunda guerra , quem sou eu ? Quantas missões voei ?
Fernando de Barros Morgado, Taubateano, família tradicional, chegou em Pisa em 03 de abril de 1945, designado para a esquadrilha Azul, voou 19 missões desde sua hegada até o final da guerra, famoso por ter caído em uma galhofa do grupo, quando apresentaram o então Tenente Cauby (intendente) como Heroi das campanhas desde o Norte da Africa até os céus italianos, e ele pedia conselhos ao então intendente.
5 ) Primeiro militar brasileiro a morrer em uma missão considerada de guerra, quem sou eu ? Em que conflito eu faleci ?
Capitão Kirk , e o conflito foi a Revolta do Contestado, uma faixa de terra contestada entre o Novo estado do Paraná (que até então era território comum paulista), com o já consolidado Estado de Santa Catarina, mas o mais interessante que a campanha não foi contra os chefes políticos dos dois Estados da federação, mas sim de uma facção religiosa que havia se estabelecido nessa faixa de terra, e não aceitava as leis de ninguém (tem até um filme recente em que a Letícia Spiler faz o papel da chefe religiosa desse grupo)
6 ) Ipanema, Bandeirante e Xavante, estou esquecendo um projeto do embrião da Embraer , qual ?
Iniciado como um projeto escolar, o BN-1 era um planador excelente, mas que tinha o seu stol iniciado nas pontas das asas, após um sério acidente na decolagem, decidiu-se fazer uma nova asa, daí o projeto se tornou o IPD/PAR 6505 , que por obra do destino acabou participando de uma concorrência para equipar os CVVs brasileiros (Competiu com o Barros AB-2 Fofoquinha), e pelos evidentes laços entre o CTA e a nascente Embraer, o projeto do IPD/PAR foi o vencedor, passando-se o desenvolvimento a Embraer, assim nasceu o EMB-400 URUPEMA, um lindo planador, que só foram construídos apenas 10 unidades entregues aos CVVs, o mais curioso é que apesar de excelente, ele ainda foi aprimorado, agora pela IPE de Curitiba, que melhorou a posição de pilotagem (solução aplicada em 04 das 10 aeronaves)
7 ) Fui usado pela FAB, e mais dois outros países durante a segunda guerra mundial, mesmo que em pequeno numero, que aeronave brasileira sou eu ?
Essa perguntinha é a mais chata, pois é o Muniz M-9 , Bi-plano de instrução, usado pelo Brasil, Argentina e Paraguay em todo o período da IIWW , e se tem conta de que dois deles foram usados pela Aeronautica Italiana (informação não confirmada)
8 ) Num creu neu , papudo, se finou-se... Aeronave estrangeira interceptada dentro de nosso território, qual a aeronave ? A qual País pertencia ? Qual era o seu destino ?
o Ilyushin 62 da Cubana CUT-T 1225 quis "cortar caminho" pelo Brasil sem se identificar e realmente a aeronave estava indo para a Argentina justamente para tratar de algo relacionado com o conflito.
Este avião foi interceptado por duas aeronaves F-103E, sendo uma delas com matrícula 4916, pilotada pelo então Maj. Av. Paulo Cézar Pereira e a outra, pilotada pelo então 1º Ten. Av. José Eduardo Pastorelo de Miranda. À bordo do aviao estava um embaixador cubano que iria para Buenos Aires. Eles haviam solicitado autorização para o sobrevôo mas esta havia sido negada. Resolveram passar na marra, contando que o mau tempo que castigava Brasília, impediria qualquer aeronave de decolar.
O Cindacta plotou os cubanos e comunicou ao ministro da aeronáutica na época que comunicou o Chnaceler que avisou ao Presidente Figueiredo da situação. Figueiredo bancou a briga e mandou interceptar a aeronave (Edição 18 Revista Força Aérea).
9 ) O Brasil em tempos distintos experimentou aeronaves de países , digamos, não convencionais, em um desses testes, o nosso piloto se viu voando à noite, com um operador de radio que não falava inglês, e tão pouco ele entendia o painel da aeronave, de onde estou falando ? Qual a aeronave testada ?
Teve um periodo em que os F-5 tiveram alguns problemas logísticos e de ordem diplomática, sendo que a China nos ofereceu uma troca de nossos F-5 (toda a frota, estavam interessados em sacanear Taiwan ???) por 100 caças MIG 21 ( Chengdu Jian J-7), novos de fábrica , além de uma logística mais interessante a nossa FAB , enviado para testar as aeronaves, nosso piloto passou por um Briefing e uma horinha de simulador, e os malucos dos chineses (ou o brasileiro, vai saber) o colocaram no ar, e ele sequer tinha noção de quanto era o consumo (era crítico) do avião, e logo depois de decolar, ficou sem auxílio terra pois o operador de radio não falava inglês, e o painel ainda não era familiar ao piloto .
General characteristics J-7
 Crew: 1 ;Length: 14.885 m (Overall) (48 ft 10 in) ; Wingspan: 8.32 m (27 ft 3½ in); Height: 4.11 m (13 ft 5½ in); Wing area: 24.88 m² (267.8 ft²); Empty weight: 5,292 kg (11,667 lb); Loaded weight: 7,540 kg (16,620 lb) (two PL-2 or PL-7 air-to-air missiles); Max. takeoff weight: 9,100 kg (20,062 lb); Powerplant: 1 × Liyang Wopen-13F afterburning turbojet; Dry thrust: 44.1 kN (9,921 lbf); Thrust with afterburner: 64.7 kN (14,550 lbf)
Performance
 Maximum speed: Mach 2.0 (2,200 km/h, 1189 knots, 1375 mph) IAS; Stall speed: 210 km/h (114 knots, 131 mph) IAS; Combat radius: 850 km (459 nmi, 528 mi) (air superiority, two AAMs and three drop tanks); Ferry range: 2,200 km (1,187 nmi, 1,367 mi); Service ceiling: 17,500 m (57,420 ft); Rate of climb: 195 m/s (38,386 ft/min)
Armament
 Guns: 2× 30 mm Type 30-1 cannon, 60 rounds per gun; Hardpoints: 5 in total - 4× under-wing, 1× centreline under-fuselage with a capacity of 2000 kg maximum (up to 500 kg each)[37]; Rockets: 55 mm rocket pod (12 rounds), 90 mm rocket pod (7 rounds); Missiles: Air-to-air missiles: PL-2, PL-5, PL-7, PL-8, PL-9, Magic R.550, AIM-9 ; Bombs: 50 kg to 500 kg unguided bombs
Avionics
 FIAR Grifo-7 mk.II radar (isso é interessante)

10 ) aeronave americana, comprada do Chile, foi considerada a melhor envolvida no conflito, que avião é esse ? Qual o conflito ? O destino desses aviões ?
O avião foi um Curtiss O-1 E Falcon, bi-plano , 7 comprados pelo governo Paulista junto aos chilenos, na revolução de 1.932, considerado um Caça bombardeiro realmente eficiente, em face a miríade de aviões usados por ambas as partes no conflito, usava 3 Browning .30 muito eficientes à época (uma à frente e duas operadas pelo Observador/Bombardeiro, e portanto muito temido na interceptação pelos legalistas da União), além de cerca de 110 Kgs de bombas, das aeronaves então em uso era a única com um motor confiável de 12 Cilindros em V, com 426 Hps , uma delas foi perdida no ataque ao cruzador Rio Grande do Sul, que bloqueava o Porto de Santos, as demais aeronaves foram usadas pela Aviação do Exército, e todas, sem exceção foram herdadas pela FAB, atestando a qualidade impar desse avião. (para fazer frente a essa aquisição foram comprados de emergência os Boeing 256 conhecidos como P-12 nos EUA , porém não chegaram a tempo de participar do conflito.)
11) Essa aeronave chegou ao exterior para participar de uma feira e uma concorrência, dois dias antes da feira, os pilotos estrangeiros fizeram um “pouso duro”, conseguimos colocar o avião em voo para a feira, e ainda ganhamos a concorrência contra uma conhecida aeronave americana. Quem sou eu ? Onde foi essa feira ? De quem ganhamos a concorrência ?
Foi o venerável Xingu , que foi para a feira de Le bourget para se exibir e concorrer com o americano Quenn Air, os franceses ficaram admirados com a robustes de nosso pequeno pressurizado, e também pela qualidade em voo, e encomendaram 24 aeronaves para uso tanto na Arme de Air quanto na Aeronavale (em uso até hoje, fonte Revista Força Aérea 25, ou 26 ou 27 Perdi esses números, mas sei que a informação estava lá).
12) O Universal, da Neiva tem as suas linhas inspiradas em um famoso desenho de outro avião (é inegável), qual é esse avião ? Quem é o seu projetista ?
O Avião é o clássico Falco, a nova maravilha de madeira, projetada por Stelio Fratti
13) Sou o único bi-plano que fui originariamente encomendado e recebido e operado no Brasil apenas pela FAB, que avião sou eu ? Quantos foram recebidos ? Operei até quando ?
Sou o Beechcraft D-17S, recebido em 1942, e operado até 1.960, e sou a única aeronave Bi-plano que nunca fui operada nem pela Marinha, nem pelo Exército , todos os demais bi-planos que Operaram na FAB vieram dessas forças co-irmãs.
14 ) Quem operou helicópteros primeiro no Brasil ?
Quem operou, é fácil, foi a FAB em 1953, quando recebeu 3 Bell 47D1,com designação H-13D e matriculados FAB 8500 a 8502 diretos da fabrica americana (plena guerra da Coreia), o segundo modelo de helicoptero também foi da FAB, o Sikorsky S-55

15 ) A FAB herdou alguns FW-44 fabricados na argentina, qual outro avião fabricado na Am. Do Sul (não brasileiro) ela operou ?
O Avião é o I.A.E. DL-22 , operado entre 1946/47, possuía um motor radial IAE-16 de 450 HPs, El Gaucho, era uma aeronave no estilo do NA-T6 , de trem de pouso retrátil, construída no Instituto Aerotécnico de Cordoba – Argentina ( na FAB AT-DL 22 1436), não sei se a AFA está usando Aero-boero para reboque de planadores, mas de qualquer forma, para mim, o Boero não se inclue na categoria avião...
16 ) Ainda mais longe , qual a aeronave fabricada em local mais longe do Brasil foi operada por nossas forças armadas ? (valem aeronaves construídas sob licença).
Essa é fácil, feito sob licença no longínquo Japão, a aeronave construída mais longe de nosso território foi o Helicoptero Kawasaki Bell 47G , na marinha,HTL-6 matriculas N-7006/7 , sendo que o 7007, remanescente adotou posteriormente a matricula N-5004, conhecido também pelo apelido de SAKURA, usado entre 1958 e 1968
17 ) Sou cidadão Curitibano também escritor, nascido e criado aqui, mas fui importante político em outro Pais, quem sou eu ? Porque fui parar noutro Pais ?
Nascido e criado e brevetado em Curitiba, o Ás Frances da segunda guerra mundial, PIERRE CLOSTERMAN , pilotando aeronaves da RAF, principalmente Tempest Mk V (existe o kit do avião dele), após o término da guerra continuou na França, posto ter dupla cidadania e ser considerado um dos heróis de guerra da frança (Multiplas condecorações), trabalhando com aviação, pouco tempo depois escreveu um livro contanto suas aventuras como piloto de guerra (na esteira do livro post morten de Saint Exupery, Pilote de Guerre), livro esse que lhe garantiu uma cadeira na eleição como deputado, e sendo que terminou sua carreira política como Senador francês, morreu recentemente, com todas as honras de um héroi frances ( Mas dizem que era mesmo um patcha de um manicaca sortudo, que inclusive em um desfile da vitória, ele vinha com sua esquadrilha, e querendo fazer algo fora da agenda causou uma tremenda colisão aérea, só se salvando ele mesmo na esquadrilha- Fato verídico- Ed. 16 Revista Força Aérea).
18 ) Porque o Jahu é vermelho ?
Construido em 1924/25 , e pintado de vermelho a COR OFICIAL DA ITÁLIA NAS COMPETIÇÕES (“USQUE” FERRARI ou mesmo os outros aviões italianos da Copa Schneider ,Savoias S-17 1919, S-12 1920, Macchi M7 1921; M-39 1926 e Macchi Castoldi MC-72 1934 ), e originariamente batizado de Alzyone (Alcione), para o Conde Casagrande (Francesco Del Pinedo, famoso piloto à época), o S-55 iniciou a tentativa de transpor o atlântico , porém por pane nos motores, a tentativa, quase acabou em tragédia perto do arquipélago dos Açores, o Alzyone foi devolvido à fabrica, com a tradicional calma italiana (rsss) , João Ribeiro de Barros procurava uma aeronave para fazer o percurso Brasil/Portugal , para retribuir o voo dos portugueses Sacadura Cabral e Gago Coutinho, e então decidiu comprar o ALzyone, conserta-lo e traze-lo para o Brasil, e tentar o voo. Após adquirir o avião, percebeu que outro S-55 aperfiçoado estava sendo construído e tendo prioridade nos serviços, e descobriu que aquela aeronave estava sendo preparada para o próprio Conde Casagrande tentar novamente o voo. Aproveitando os planos de voo originais de Casagrande que ainda estavam dentro do Alzyone, Ribeiro de Barros decidiu então fazer a mesma rota (Itália/Brasil), e após enérgicos protestos junto à S.M. os trabalhos de reforma foram acelerados, e como a S.M. não sabia dos novos planos de fazer o voo direto da Europa, pensaram que ainda teriam que pintar completamente o avião, e principalmente, desmontá-lo preparando para a viagem de Navio até o Brasil, então concordaram em dar uma acelerada nos trabalhos.
Qual foi a surpresa da fabrica S.M. , quando Ribeiro de Barros, munido de tinta branca, pintou o famoso nome JAHÚ à frente da aeronave, e já com sua tripulação formada, anunciou que iria fazer o trajeto Europa/Brasil.
Assim nasce a história de uma das aeronaves mais preciosas da aviação brasileira. (Eu adoro o Jahú, e a história dele até os dias atuais é fascinante)
19 ) Essa é das antigas... 1979, denso nevoeiro na manhã de SJCampos, uma aeronave de grande porte se aproximou para pouso, e perdeu duas vezes a aproximação, só acertando na terceira tentativa, gerando o maior tumulto na cidade, reportagens nos jornais, etc... (Me lembro bem, pois servia no CTA nesse dia), Qual era essa aeronave ? De Qual Cia aérea ? O que ela estava fazendo aqui ?
Naquele período semanalmente um voo cargueiro 707 da VARIG, vinha da América com componentes eletrônicos (acredito que com motores PW também, mas não tenho certeza), para a nossa Embraer, e como existia um plantão da Receita Federal para desembaraçar os importados era necessário que a aeronave pousasse em SJCampos, então com o denso nevoeiro (dava para cortar com faca, eu juro), o piloto precisou de três aproximações para aterrissar com segurança, mas a visão (visão não, burro, audição) daquele imenso pássaro, não uma, nem duas, mas três vezes fazendo o circuito de pouso a média altura acordou e assustou a cidade inteira, sendo manchete no ValeParaibano no dia seguinte (Não existiam TVs locais ainda).
20 ) Usamos o primeiro e o segundo avião fabricados desses modelos, isso é fato comprovado, ou seja, temos os dois aviões mais antigos desses no mundo, qual é esse avião ? Quais as matriculas deles ?
F-5 E , sim os dois primeiros aviões de série dessa aeronave encontram-se em uso no Brasil, podem acreditar, .
21) Além dos helicópteros da Helibras, algum outro já foi construído no Brasil ? Se sim, onde ?
Essa é fácil, o helicóptero em questão foi fabricado em 1.959, pelo CTA, como curiosidade tinha o motor dianteiro, matricula HX-10 8800 e apelidado de BEIJA FLOR, é uma graça né, fazemos aeronaves militares mas com uns nomezinhos estranhos...
22 ) Iria substituir o Uirapuru, porém nunca tive a devida atenção, e meu protótipo ficou um tempão parado, que avião sou eu ?
Sou o Aerotec A-132Tangará (YT 17), evolução do projeto do Uirapuru, muito melhorado na aerodinâmica, com um motor ligeiramente mais eficiente (consumo e HPs, e principalmente mais silencioso), teve o azar de ter sido projetado na hora errada, pois se viesse um pouco mais cedo teria sido um excelente treinador primário para os aeroclubes, mas chegou em uma época de transição, onde não se sabia ainda se os nascentes Ultra-leves dominariam a instrução de pilotagem.(Foi na mesma época da incorporação da Neiva pela Embraer, e com isso a Embraer cancelou a sub contratação da Aerotec na produção de partes dos aviões da Pipper –linha leve-, passando essa subcontratação para as instalações da Neiva, piorando a situação financeira da Aerotec). Chegou a ter um contrato de fornecimento de 8 aeronaves para a Bolívia, mas não tenho informações se foram entregues (acho que não), e dizem que o protótipo havia sido entregue para o Aeroclube de SJC, mas eu nunca soube se foi ou não verdade. A ultima informação é de que está no museu (Qual museu ????)
23 ) FENAESP de 1.980, uma aeronave fez MUITO SUCESSO, conquistando vários admiradores, sendo que até Alberto Bertelli pediu para experimenta-la em voo, que avião era esse ? Quais algumas das características notáveis desse aparelho ?
Monomotor, biplace lado a lado, asa alta de madeira entelada com material sintético, dotada de Slots fixos, perfil NACA 23012, calda em T, trem de pouso triciclo, fixo, triquilha louca, portas laterais em material transparente, é o IPAI-26 TUCA, matriculado PP-ZCW, uma aeronave que precisava ter saído da escola, e ido para os aeroclubes, invés dessa porcaria de Aero-Bueiro. (Curiosidade histórica: Nessa FENAESP eu participei como Soldado do CTA, e em uma das fotos do TUCA no livro Construção Aeronautica Brasileira, Fls. 298, foto menor, bem em frente ao Spinner dele, esse que vos escreve aparece bem ao longe, mas tenho certeza, sou eu, pois fiquei nesse posto nos dois dias em que ela esteve exposta na feira)
24) Nos anos 80 uma revista lançada por uma editora sem muita expressão conseguiu rapidamente sucesso, qual a editora ? Qual o nome da revista ? Qual foi o motivo do sucesso da mesma ? Qual famoso futuro piloto de F-1 apareceu pela primeira vez (ainda garoto) na mídia nessa revista ? (Os 12 primeiros números dessa revista hj estão avaliados em mais de R$ 2.000,00, se encontrados em perfeito estado).
A editora 3 (três pequenos parques gráficos que se uniram para produzir uma pequena e única editora), no inicio dos anos 80 percebeu o sucesso da revista 4 Rodas, e inteligentemente lançou a sua revista MOTOR 3, com o diferencial de que além de carros e motos eram testados em cada edição AVIÕES e LANCHAS, e com esse filão (Terra, mar e AR), e o nome sugerindo essas três atividades mecânicas fez muito sucesso (acho que também foi a primeira a fazer testes de caminhões), ainda jovem, um moleque de seus 11/12 anos apareceu na revista quando do teste de um veículo tipo Gaiola (ele havia ido treinar Kart, e pediu para testar o gaiola, mas só foi no assento do passageiro), o nome dele é Rubens Barrichelo, e a revista em que ele aparece é a com preço mais caro da coleção Motor 3. P.S. - Adicionei os 12 PRIMEIROS NUMEROS, pois a revista continuou até o numero 83, segundo esse site abaixo anexado - http://autoentusiastas.blogspot.com.br/2010/03/motor-3-forca-quase-trinta-anos-depois.html
25 ) Considerado o “pai” da engenharia militar aérea do Brasil, nunca foi realmente engenheiro, quem sou eu ? Quantos aviões projetei ? Quais os nomes deles ? Quantos voaram ?
Capitão Vilela Junior, que projetou e construiu em 1.919 duas belas aeronaves, o Aribú (com A mesmo), monomotor , monoplace, monoplano de 25 Hp, e o segundo foi o Alagoas, Monomotor, Bi-plano, bi-place lado a lado com um motor de 80 Hp (uma ressalva, esse avião foi sim o aproveitamento de uma fuselagem de um Bleriot acidentado, em que ele colocou nova asa projetada e construída por ele, e novo motor, americano, mais forte e confiável que o Frances), e segundo o piloto de testes à época possuía características de voo surprendentes.
26 ) Viemos em voo em uma pequena esquadrilha, mas essa esquadrilha ficou muito famosa, e esses aviões ficaram no Brasil, e foram mais tarde, finalmente herdados pela FAB, que aeronave sou eu ? Quem comandava essa esquadrilha ? E finalmente por qual o nome dos aviões (ou do voo) eles ficaram mundialmente conhecidos ?
São os Savoia Marchetti S.79 T, tri-motores (O mesmo SM 79 da guerra), a esquadrilha era comandada pelo famoso Italo Balbi, e era denominada Os Sorci Verdi (ratos verdes, em alusão aos três aviões, e aos três ratos pintados na fuselagem), e curiosamente, como dito acima no caso do JAHU, essas aeronaves vieram na cor VERMELHA, e foram operadas nessa cor em nossa Aviação do Exército (não sei por qual motivo), e desconheço se acabaram recebendo cores, digamos, mais dignas a um avião militar.
27 ) Qual Pais nos vendeu recentemente um lote de aviões muito queridos na nossa FAB ? Quantos foram ? Quais os modelos vieram ?
Jordania , vendeu um lote de 09 F-5 para a FAB, sendo 3 F-5fs e os restantes no padrão F-5E
28 ) Qual a menor potencia em HPs de uma aeronave usada pela FAB ? Quais os aviões que usavam toda essa potência ?
Quatro tipos de aeronaves usaram o mesmo motor continental de 65 HPs pela FAB, sendo os Piper J3C-65 L-4 CUBs (1944/59, 11 aparelhos) CAP 4 Paulistinhas( 1944 a 48, 2 aparelhos) , os HL-1 (1942 a 1953, 03 aparelhos) e um americano eurcoupe 415C, o único dos 4 com asa baixa.
29 ) Quantas versões de um famoso avião de treinamento a FAB se utilizou ? (incluindo os herdados por ela em sua criação), Quais são essas versões ?
Começando com os NA-72, posteriormente conhecidos na FAB apenas como NA (30 recebidos pelo exército e todos repassados à FAB), teremos ainda mais as seguintes versões do T-6 , T-6 B (10 aviões), T-6C (71 aviões) T-6D (248 aviões), T-6 G (78 aviões) e finalmente o SNJ5C (20 aviões), ou seja contando com os que vieram do exército, são 6 versões do venerável T-6.
30 ) Amaral Neto amava esse avião, de qual aeronave falo ?
Amaral Neto o repórter, era o globo repórter do início da ditadura militar, e precisando fazer a integração nacional, passeava pela Amazônia com a FAB a bordo de um CATALINA , ficando famosas as imagens obtidas (primeiras imagens aéreas) da Pororoca, bem como uma imagem fantástica de quando em um pouso em pista asfaltada o trem de pouso cedeu, gerando fagulhas e pânico entre os repórteres que acompanhavam o voo, tenho a esperança de que algum dias essas imagens estejam disponíveis no Youtube, pois apesar do tom ideológico, eram bastante interessantes.
31 ) Só vim um nesse modelo, porém fiquei em uso muito mais tempo do que meus irmãos modernos, quem sou eu? Fiquei na ativa até quando ?
Os P-47 vieram para o Brasil em diversas versões e em diversos lotes, mas só esse P-47 B, Razorback veio para o Brasil, e alocado na escola de Sargentos mecânicos, permaneceu como bancada de estudos por mais tempo do que todos os demais irmãos mais modernos dele. Fiquei orgulhoso até o ano de 1.967
32) Ultima aeronave desse modelo a ser incorporada na FAB, foi doada pela Polícia Federal que a tinha apreendido, de qual avião estou falando ? Em qual modelo ?
Em 21 de junho de 1966, a PF apreendeu um B-26 B desmilitarizado, com matricula americana N4974N, que estava fazendo contrabando, após o processo judicial, em 1970 foi doado à FAB, que o incorporou como C-26B FAB 5176, operando como utilitário na FAB até 1975, quando foi vendido ao Museu de Armas e Veiculos André Matarazzo, em Bebedouro - SP
33) Primeiro helicóptero à turbina a ser utilizado por força armada brasileira, quem sou eu ? Quantos foram operados por aqui ?
Sou o westland WASP, incorporado a Marinha em fevereiro de 1965, utilizando um motor Bristol Siddley Nimbus 103/104, de 710 Shps (turbininha com um barulho chaaaato), a FAB só foi ter o primeiro helicoptero a turbina em 1.967 (UH-1), e curiosidade histórica, o exército nunca operou helicópteros com motor a explosão, somente turbinados.
34) 7 é conta de mentiroso, mas foram somente sete comprados, ficou muito pouco tempo operando, e embora nenhum deles houvesse sido perdido em uso, foram substituídos pelos aviões que vieram substituir, que avião sou eu ? Quanto tempo (de que ano a que ano) fiquei em operação ? Existe alguma imagem dinâmica minha em voo ?
Essa é sopa , fácil mesmo, tem até o kit 1/72 que dá para fazer , no final dos anos 60 e início dos anos 70 a FAB adquiriu para a Esquadrilha da Fumaça 7 aeronaves a reação AEROSPATIALE CM 170 SUPER MAGISTER, também conhecido como Fouga Magister, os famosos T-24 FAB 1720 a 1726, e passou as utilizar para apresentações, porém, no Brasil de 1970 haviam muito poucas pistas de pouso aptas a receber um avião tão refinado (fico imaginando um desses pousando na antiga pista da Ford em Taubaté, rsrsrsr ), limitando em grande parte do território nacional a apresentação da esquadrilha, que naquele tempo vinha até para inauguração de estádio de futebol (Olha o Joaquinzão ai gente...).
Por esses problemas logísticos, a aeronave ficou relegada a um segundo plano, até que se decidiu que o avião que ela veio substituir (o T-6) , deveria reassumir seu posto, substituindo-a, pelo o que eu sei, todos os aviões foram vendidos, e o exemplar que existe no Museu foi comprado de um civil na frança.
35) Após um grave acidente com um dos protótipos, recebi uma aleta ainda na fabrica, mas sempre levei a má fama de perigoso no parafuso, isso não me impediu de uma boa carreira militar e civil, que avião sou eu ? Quantos foram operados pela FAB ?
Aerotec A-123 UIRAPURU, teve grave acidente (matando o Maj. Marioto, experiente piloto de Provas da FAB) com um dos protótipos já aprovados, onde se comprovou que seu leme direcional era subdimensionado , e ainda na fabrica foram colocadas, às pressas, aletas ventrais que iam desde a causa até quase a raiz da asa. A FAB encomendou e recebeu 76 aeronaves A-123 (as primeiras – 0940 e 0948 - foram até fotografadas sem as mencionadas aletas), além da FAB, diversos aeroclubes civis receberam as versões desmilitarizadas (manche morcego ao invés do Stick, cabine com cobertura plástica ao invés da totalmente transparente do militar, e outras pequenas coisas), e a outra FAB (Bolívia) também recebeu pelo menos 12 A-123 militares novos, e posteriormente o Paraguai recebeu alguns doados usados pela FAB.
Bom Avião, pelo menos o do antigo Aeroclube de Taubaté nunca me deixou na mão, pena que ele era barulhento como um trator, e o radio fornecido era ruinzinho, de resto, era muito bom para a instrução (a alguns poucos anos atrás o do Aeroclube de SJC caiu sobre um imóvel a acabou por matar instrutor e aluno)
36) Incluindo os de transporte, quantas versões do Bandeirante a FAB operou ?
EMB-110 C-95 FAB 2130 a 2175 e 2179 a 2189 (57 aviões com motores PT6A-27 – 680 Shp) , EC-95 de calibração de aparelhos FAB 2176/77/78 e 90/91 (05 unidades, mesmos motores do C-95) , EMB-110 P1K C-95A (20 aviões FAB 2280 a 2299, motores PT6A-34 de 750 Shp), EMB-110 P1K C-95B (31 aviões matriculas FAB 2300 a 2330, camuflados, mesma motorização do C-95ª, sem camuflagem), EMB-111 Bandeirulha (12 aviões adaptados a faina de patrulha marítima, P-95 2260 a 2271, depois 7050 a 7061, mesmos motores dos C-95 A/B), EMB-110B Bandeirante R-95 (05 aviões de Foto reconhecimento R-95 FAB 2240 a 2245 , motores PT6A-27 de 680 Shp) EMB-110B SC-95B FAB 6542 a 6546 (05 aviões de Busca e Salvamento, motores PT-6ª 680 Shps). Ou seja, S.M.J. , foram 7 as versões oficiais dos Bandeirante na FAB.
37) com o nome de uma famosa bahia, essa aeronave era muito apreciada por seus pilotos, e fora uma conversão original brasileira , ou uma transformação, como queiram (gambiarra), qual é essa aeronave ? Quais as principais características da mesma ? Ela foi derivada de qual avião ?
O Avião em questão foi batizado de GUANABARA, e era uma evolução do Fokker T-22 , teve matricula FAB YT-22 0849 , com trem de pouso retrátil de projeto e construção Fabiana, Tips tank nas asas e cabine para 4 pessoas , partindo do treinador básico foi feita essa bela conversão, única no mundo, e que , segundo quem o experimentou em voo era uma excelente aeronave. Desconheço o destino que a mesma teve, mas adoraria saber.
38) Tentou a primeira vez em 28 de abril de 1912 há quase 100 anos, mas só conseguiu concretizar esse Reide em 05 de julho de 1.914, quem sou eu ? Quanto tempo de voo e qual foi esse reide ?
Eduardo Gomes, e o reide foi o voo sem escalas São Paulo – Rio de janeiro , que demorou em 1.914 , apenas 04h30min
39) Capitão Lafay foi um dos expoentes da nascente aviação militar brasileira, mas além dele, outro estrangeiro marcou presença em São Paulo, entre 1919 e a IIWW, quem era ele ? De que Pais era originário ?
Orton Hoover, Americano que lutou na primeira guerra, e veio para o Brasil, chegando a atuar em missões de guerra pelo governo Paulista na Revolução de 32 , ficou aqui até o começo da IIWW, quando voltou para os EUA para dar instrução por lá, depois da segunda guerra retornou a São Paulo, e foi um dos fundadores da Cia Aeronautica Ypiranga, que projetou e construiu o protótipo daquele que seria o Paulistinha.
40) Chegou para substituir o insubstituível treinador primário, acabou tendo uma das maiores taxas de inoperância da história da aviação brasileira, com problemas de toda ordem, que “avião” sou eu ? De que Pais eu vim (para onde vai todos nós pilotos sabemos)? Quais os principais problemas relatados desse avião ?

Sou o Aero Boero (Ou Bueiro como preferimos chamar), sou Hermano Argentino, e como todo bom argentino, não presto... , dentre os problemas relatados vamos lá :
Bitola do trem de pouso muito estreita, combinado com a altura muito grande do mesmo, que ocasionava de maneira geral os famosos cavalos de pau quando em pouso por pilotos inexperientes (Que graça numa aeronave de instrução) , Problemas relacionados aos magnetos e as malditas velas de ingnição que invariavelmente teimavam em queimar (as vezes até duas em voo) , aerodinâmica inexistente, com rebites pop cabeçudos em toda a aeronave, e janelas de inspeção que serviam para NADA, isso sem falar no terceiro dente de Flap , que serve mais como freio aerodinâmico do que superficie de hiper-sustentação, falta de ergonomia na cabine, posto que o instrutor tinha que fazer verdadeiro exercício para alcançar a alavanca dos Flaps, o que , digamos, em uma cagada do aluno era no mínimo desesperador , mais algumas dezenas de probleminhas básicos que combinados servem para dizer que aquilo ali é um Serial Killer em potencial (Já matou muitos brasileiros, e vai matar mais).

Laercio escreveu:
QUIZ DE AVIAÇÃO

1 ) Verdadeiro Frank Stein da aviação nacional, qual o projeto tinha asas de um avião, motor de outro, e outras cositas mas ? De quais aviões ele herdou peças ? Voou ?
PRIMEIRO ACERTO – MICHELIN – Projeto convertiplano, que se utilizou de asas e profundores de Spitfire (sim compramos um spitfire para fazer essa coisa), motor inicialmente de P-47, e posteriormente de C-47, e como o Michelin disse, conseguiram solucionar os problemas de vibração, mas nunca o colocaram em voo (não encontraram nenhum maluco para tanto???), outra curiosidade, existem resquícios do projeto dentro do MAB , aquelas hélices com um conversor de torque são certamente daquela época.

2 ) Super Maconha, esse era o peculiar apelido de uma aeronave, qual avião é esse ? Porque desse nome ? O que o tornou popular ? Qual o fato inusitado aconteceu com ele ?

3 ) Primeiro Bandeirante que foi abatido , do que estou falando ?

4 ) Aviador do Vale do Paraíba (0 único) tomou parte ativa da segunda guerra , quem sou eu ? Quantas missões voei ?

5 ) Primeiro militar brasileiro a morrer em uma missão considerada de guerra, quem sou eu ? Em que conflito eu faleci ?

6 ) Ipanema, Bandeirante e Xavante, estou esquecendo um projeto do embrião da Embraer , qual ?

7 ) Fui usado pela FAB, e mais dois outros países durante a segunda guerra mundial, mesmo que em pequeno numero, que aeronave brasileira sou eu ?

Resposta – Ninguém respondeu, mas achei melhor liquidar pois fica muito dificil em face a falta de confiabilidade das fontes - Essa pergunta acaba ficando muito difícil, por falta de dados em um só local, mas a aeronave foi o Muniz M-9 , usado pelo Brasil, Argentina e Paraguay, e reza a lenda que duas dessas aeronaves foram entregues antes da guerra para a aeronáutica Italiana, que os utilizou no treinamento primário de pilotos (Informação não confirmada, mas consta em um manual de cores de aviões italianos da IIWW)

8 ) Num creu neu , papudo, se finou-se... Aeronave estrangeira interceptada dentro de nosso território, qual a aeronave ? A qual País pertencia ? Qual era o seu destino ?

Resposta certa Marcio Luis - Agora sim, correto, em 1982, o cônsul cubano chegou a pedir permissão de sobrevoo de nosso território para uma missão diplomática na argentina (que estava envolvida com a guerra das Malvinas), mas a permissão foi negada.
Vendo a previsão do tempo péssima, os cubanos não levaram fé na defesa aérea brasileira (Num creu neu, papudo.. se finou-se), que plotava o voo desde a entrada em nosso território, e com a autorização presidencial (Figueiredo), a aeronave foi interceptada, e não obedecendo inicialmente as ordens de pouso imediato, recebeu uma rajada (DE ADVERTENCIA) dos canhões dos F-103, só ai obedecendo , o Embaixador Cubano que estava a bordo já havia destruído a mala diplomática que estava portando, e solicitou a sua imunidade diplomática, não sem antes ter que dar um monte de explicações, sendo que a tripulação ficou presa por cinco dias, até ser devidamente escoltada em voo para fora de nosso território



9 ) O Brasil em tempos distintos experimentou aeronaves de países , digamos, não convencionais, em um desses testes, o nosso piloto se viu voando à noite, com um operador de radio que não falava inglês, e tão pouco ele entendia o painel da aeronave, de onde estou falando ? Qual a aeronave testada ?

10 ) aeronave americana, comprada do Chile, foi considerada a melhor envolvida no conflito, que avião é esse ? Qual o conflito ? O destino desses aviões ?

11) Essa aeronave chegou ao exterior para participar de uma feira e uma concorrência, dois dias antes da feira, os pilotos estrangeiros fizeram um “pouso duro”, conseguimos colocar o avião em voo para a feira, e ainda ganhamos a concorrência contra uma conhecida aeronave americana. Quem sou eu ? Onde foi essa feira ? De quem ganhamos a concorrência ?

12) O Universal, da Neiva tem as suas linhas inspiradas em um famoso desenho de outro avião (é inegável), qual é esse avião ? Quem é o seu projetista ?

13) Sou o único bi-plano que fui originariamente encomendado e recebido e operado no Brasil apenas pela FAB, que avião sou eu ? Quantos foram recebidos ? Operei até quando ?

14 ) Quem operou helicópteros primeiro no Brasil ?

15 ) A FAB herdou alguns FW-44 fabricados na argentina, qual outro avião fabricado na Am. Do Sul (não brasileiro) ela operou ?

16 ) Ainda mais longe , qual a aeronave fabricada em local mais longe do Brasil foi operada por nossas forças armadas ? (valem aeronaves construídas sob licença).

17 ) Sou cidadão Curitibano também escritor, nascido e criado aqui, mas fui importante político em outro Pais, quem sou eu ? Porque fui parar noutro Pais ?

18 ) Porque o Jahu é vermelho ?

19 ) Essa é das antigas... 1979, denso nevoeiro na manhã de SJCampos, uma aeronave de grande porte se aproximou para pouso, e perdeu duas vezes a aproximação, só acertando na terceira tentativa, gerando o maior tumulto na cidade, reportagens nos jornais, etc... (Me lembro bem, pois servia no CTA nesse dia), Qual era essa aeronave ? De Qual Cia aérea ? O que ela estava fazendo aqui ?

20 ) Usamos o primeiro e o segundo avião fabricados desses modelos, isso é fato comprovado, ou seja, temos os dois aviões mais antigos desses no mundo, qual é esse avião ? Quais as matriculas deles ?

21) Além dos helicópteros da Helibras, algum outro já foi construído no Brasil ? Se sim, onde ?

22 ) Iria substituir o Uirapuru, porém nunca tive a devida atenção, e meu protótipo ficou um tempão parado, que avião sou eu ?

23 ) FENAERO ou FENAESP ( A CONFIRMAR) de 1.980 no CTA, uma aeronave fez MUITO SUCESSO, conquistando vários admiradores, sendo que até Alberto Bertelli pediu para experimenta-la em voo, que avião era esse ? Quais algumas das características notáveis desse aparelho ?

24) Nos anos 80 uma revista lançada por uma editora sem muita expressão conseguiu rapidamente sucesso, qual a editora ? Qual o nome da revista ? Qual foi o motivo do sucesso da mesma ? Qual famoso futuro piloto de F-1 apareceu pela primeira vez (ainda garoto) na mídia nessa revista ? (Os 12 primeiros números dessa revista hj estão avaliados em mais de R$ 2.000,00, se encontrados em perfeito estado- foram 83 numeros, mas os 12 primeiros contavam com dois excelentes repórteres, ambos falecidos).

25 ) Considerado o “pai” da engenharia militar aérea do Brasil, nunca foi realmente engenheiro, quem sou eu ? Quantos aviões projetei ? Quais os nomes deles ? Quantos voaram ?

26 ) Viemos em voo em uma pequena esquadrilha, mas essa esquadrilha ficou muito famosa, e esses aviões ficaram no Brasil, e foram mais tarde, finalmente herdados pela FAB, que aeronave sou eu ?
Quem comandava essa esquadrilha ? E finalmente por qual o nome dos aviões (ou do voo) eles ficaram mundialmente conhecidos ?

27 ) Qual Pais nos vendeu recentemente um lote de aviões muito queridos na nossa FAB ? Quantos foram ? Quais os modelos vieram ?

28 ) Qual a menor potencia em HPs de uma aeronave usada pela FAB ? Quais os aviões que usavam toda essa potência ?

29 ) Quantas versões de um famoso avião de treinamento a FAB se utilizou ? (incluindo os herdados por ela em sua criação), Quais são essas versões ?

30 ) Amaral Neto amava esse avião, de qual aeronave falo ?

31 ) Só vim um nesse modelo, porém fiquei em uso muito mais tempo do que meus irmãos modernos, quem sou eu? Fiquei na ativa até quando ?

32) Ultima aeronave desse modelo a ser incorporada na FAB, foi doada pela Polícia Federal que a tinha apreendido, de qual avião estou falando ? Em qual modelo ?

33) Primeiro helicóptero à turbina a ser utilizado por força armada brasileira, quem sou eu ? Quantos foram operados por aqui ?

34) 7 é conta de mentiroso, mas foram somente sete comprados, ficou muito pouco tempo operando, e embora nenhum deles houvesse sido perdido em uso, foram substituídos pelos aviões que vieram substituir, que avião sou eu ? Quanto tempo (de que ano a que ano) fiquei em operação ? Existe alguma imagem dinâmica minha em voo ?

35) Após um grave acidente com um dos protótipos, recebi uma aleta ainda na fabrica, mas sempre levei a má fama de perigoso no parafuso, isso não me impediu de uma boa carreira militar e civil, que avião sou eu ? Quantos foram operados pela FAB ?

36) Incluindo os de transporte, quantas versões do Bandeirante a FAB operou ?

37) com o nome de uma famosa bahia, essa aeronave era muito apreciada por seus pilotos, e fora uma conversão original brasileira , ou uma transformação, como queiram (gambiarra), qual é essa aeronave ? Quais as principais características da mesma ? Ela foi derivada de qual avião ?

38) Tentou a primeira vez em 28 de abril de 1912 há quase 100 anos, mas só conseguiu concretizar esse Reide em 05 de julho de 1.914, quem sou eu ? Quanto tempo de voo e qual foi esse reide ?

39) Capitão Lafay foi um dos expoentes da nascente aviação militar brasileira, mas além dele, outro estrangeiro marcou presença em São Paulo, entre 1919 e a IIWW, quem era ele ? De que Pais era originário ?

40) Chegou para substituir o insubstituível treinador primário, acabou tendo uma das maiores taxas de inoperância da história da aviação brasileira, com problemas de toda ordem, que “avião” sou eu ? De que Pais eu vim (para onde vai todos nós pilotos sabemos)? Quais os principais problemas relatados desse avião ?

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://escolinhadeplastimodelismo.blogspot.com
Laercio



Mensagens : 54
Data de inscrição : 02/02/2012
Idade : 56
Localização : Taubaté

MensagemAssunto: Aguardando comentários...   Qui Maio 17, 2012 10:03 am

Será que ninguém tem nenhum comentário ?[b]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://escolinhadeplastimodelismo.blogspot.com
Laercio



Mensagens : 54
Data de inscrição : 02/02/2012
Idade : 56
Localização : Taubaté

MensagemAssunto: Reunião no MAB   Dom Maio 27, 2012 7:14 pm

Aproveitando hj a reunião no MAB, observamos lá no acervo do MAB o rotor de cauda do Beija Flor, bem como uma das hélices do Convertiplano brasileiro, mas feita essa introdução, temos que fazer outra correção nas respostas, pois parece que em 1953 existiu um outro helicoptero (Protótipo) que foi construido e voou aqui no nosso Brasil, colocando assim em cheque a resposta do quiz a respeito do Beija Flor.
Irei Pesquisar mais, e assim que tiver melhores detalhes retifico aqui.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://escolinhadeplastimodelismo.blogspot.com
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: RESPOSTAS DO QUIZ DE AVIAÇÃO - COMENTEM   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
RESPOSTAS DO QUIZ DE AVIAÇÃO - COMENTEM
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Respostas inteligentes
» Prova de Bibliologia - Medite nas respostas...
» 125 perguntas sem respostas
» Para entender o texto (Respostas)
» Respostas do Halliday

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
IPMS-SJC :: Galeria :: Referências e montagens-
Ir para: